Arquivo | Agosto, 2011

Forte o Bastante

19 Ago

Qual a intensidade da força de Deus? Será que Ele é poderoso o bastante para perdoar os meus erros? O pior dos meus erros? Até mesmo aqueles cujas consequencias não podem ser apagadas? Será que Ele é forte o bastante pra me me perdoar mesmo tendo cometido o MESMO erro tantas vezes?

A resposta de todas essas questões é SIM, SIM  e SIM. Deus é forte o bastante, em sua Palavra Ele afirma que se confessarmos os nossos pecados Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça. De TODA a injustiça.

A luta contra o pecado é dura e é incessante. Todos estamos sujeitos a quedas, mas precisamos ter como princípio que o pecado na vida do cristão deve ser um acidente e não algo rotineiro, mas que quando pecarmos, temos um Deus justo e fiel para nos perdoar. Quero compartilhar com você esta canção que expressa o sentimento que todos nós sentimos mediante o pecado, mas que também fala da graça de Deus.

  Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. (1 João 1:9)
 

 Forte o Bastante

Enquanto descanso neste muro duro e frio
Você passará por mim?
Você irá me criticar enquanto me sento e choro?
Tinha lutado tanto e pensado que todas as minhas batalhas tinham sido vencidas
Só para descobrir que a guerra apenas havia começado
Ele não é forte o bastante?
Ele não é puro o bastante?
Para me interromper,me derramar e começar de novo?
Ele não é corajoso o bastante?
Para me dar outra chance
Por favor,posso ter uma chance para recomeçar?
A minha hora de fraqueza
Me fará sofrer por uma vida inteira
Existe uma maneira de ser completo novamente?
Se eu for curado, renovado e encontrar o perdão
Encontrar a força que nunca tive
Minhas cicatrizes irão arruinar todos os planos de Deus?
Ele não é forte o bastante?
Ele não é puro o bastante?
Para me interromper, me derramar e começar de novo?
Ele não é corajoso o bastante?
Para me dar outra chance
Por favor,posso ter uma chance para recomeçar?
Ele pegou minha vida em Suas mãos e a virou do avesso
Nos meus instantes mais desesperadores
Foi quando eu finalmente percebi
Que Tu és forte o bastante
Que Tu és puro o bastante
Para me interromper, me derramar e começar de novo
Que Tu és corajoso o bastante
Para me dar outra chance
Oh graças à Ti, por minha chance de recomeçar.
                                                                                                                           Deus abençõe!!
Priii.
 
 
Anúncios
16 Ago

Os Ciclos da vida

 

Eclesiastes 3. 1-8, 17b

“Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu: tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir, tempo de chorar e tempo de dançar, tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter, tempo de procurar e tempo de desistir, tempo de guardar e tempo de jogar fora, tempo de gastar e tempo de costurar, tempo de calar e tempo de falar, tempo de amar e tempo de odiar, tempo de lutar e tempo de viver em paz”.

“pois há um tempo para todo propósito, um tempo para tudo que o que acontece”.

 

 – Houve um tempo para tudo que aconteceu, um tempo para tudo que está acontecendo e um tempo para tudo que há de acontecer.

– As nossas vidas são feitas de ciclos. Nós precisamos perceber e compreender o ciclo que estamos vivendo atualmente, para podermos vive-los da melhor maneira possível, aprender todas as lições que esse ciclo tem para nos ensinar. Pois, certamente nós vamos precisar dessas lições nos próximos ciclos. E os próximos ciclos cobrarão essas lições contando que nós as aprendemos devidamente. E se nós não as tivermos aprendido devidamente, vamos sofrer por isso. Pois teremos que fazer o trabalho dobrado, além de viver o ciclo atual, e cumprir todas as suas exigências, teremos de voltar e reaprender algumas lições que deixamos de aprender no ciclo passado. E isso será muito penoso e desgastante para nós.

– Nós não podemos viver no atual ciclo pensando no próximo. E também não podemos viver no atual ciclo pensando no ciclo que passou. As dores e as alegrias do ciclo passado, as decepções, erros e acertos, frustrações devem ficar naquele ciclo, pois eles faziam parte daquele ciclo. Agora é um novo ciclo, com suas lições, ensinamentos, emoções e sentimentos.

E cada acontecimento dos ciclos que nós passamos contribuirá para o propósito eterno e final que Deus tem para a nossas vidas, “pois todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Nós podemos acreditar que “aquele que começou a boa obra em nós, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus”.

– Não podemos tentar pular os ciclos das nossas vidas, um ciclo de cada vez. Os erros que cometemos nos ciclos passados e que estamos cometendo nos ciclos atuais poderemos agora usá-los aos nossos favor nos próximos ciclos, não caindo novamente nas mesmas armadilhas e auxiliando outros a não caírem nessas armadilhas.

– Não podemos querer plantar no tempo de arrancar. Não podemos querer casar no tempo de estudar.

– Não podemos curar no tempo de matar e vice-versa. Haverá tempo de matar relacionamentos, porque é necessário naquele ciclo, aquele ciclo demanda isso, haverá tempo de curar, de restaurar em outro ciclo, e esse tempo há de chegar, não sou eu que devo querer acelerar esse processo, esse poder está fora de mim, o tempo para esse propósito foi determinado por Deus. É Ele quem fará chegar esse tempo e não eu. Tentar fazer com minhas próprias mãos é sinônimo de fracasso, frustração, mais dor e sofrimento.

– Tempo de derrubar e tempo de construir. As vezes ficamos com medo, de abrir mão de algumas coisas, – ah, mas se eu abrir mão vou perder, como vai ser? Aquele ciclo é de derrubar, de abrir mão, precisamos fazer, para viver bem aquele ciclo e não ter problemas lá na frente por não ter feito aquilo que aquele ciclo exigia que eu fizesse.

– Se na frente aquilo será reconstruído, isso já não me pertence, “não nos compete saber os tempos ou as datas que o Pai estabeleceu pela Sua autoridade” (At. 1.7).

– Que tão somente vivamos e cumpramos as responsabilidades e aprendamos as lições que o senhor que r nos ensinar em cada ciclo das nossas vidas, para que cada vez mais sejamos conforme a imagem do Filho. É para isso que nós fomos predestinados por Deus (Rm 8.29).  

Por falar em predestinados,

  • Pré-destinado: Ou seja já nos deram um destino previamente. Nós somos passivos nisso, sofremos a ação, não sou eu o autor da ação, mas sim o alvo. Traçaram um caminho previamente para eu trilhar e nesse caminho nós passamos por várias etapas, isso é vários ciclos, e cada ciclo tem o propósito (Objetivo) de contribuir para que eu alcance esse destino previamente traçado para mim.

– Então eu devo viver satisfeito em cada ciclo que passo.

– Tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear  e tempo de dançar. Há ciclos que na maior parte do tempo serão compostos de choro e pranto; mas preciso ter em mente que são os elementos que constituem aquele ciclo e preciso vive-los satisfeito e grato a Deus porque aquilo está contribuindo para o destinado previamente traçado por Deus para nós, que é nos tornar semelhantes a Cristo, conforme a imagem do Filho.

– Haverá o ciclo de rir e dançar, precisamos aprender a lhe darmos com os diferentes ciclos das nossas vidas.

– Haverá o tempo de procurar e tempo de desistir. Essa é uma explicação do porque há tempos que estamos animados, querendo mudar o mundo e tempos que ficamos tão desanimados que não queremos fazer nada. São os ciclos das nossas vidas, aqueles foram previamente destinados por Deus na eternidade. As vezes por mais que eu queira me manter aceso, empolgado e animado, as vezes eu fico tão murcho que fico irreconhecível, por mais que eu queira e tente. Precisamos nos lembrar que são os ciclos das nossas vidas.

– Talvez antigamente eu era uma pessoa mais agitada, alegre e etc, e hoje sou uma pessoa mais calma, quieta, ou vice-versa, são os ciclos e tudo isso é para que eu alcance aquele destino previamente traçado para mim.

  • Deus criou e organizou esses ciclos nas nossas vidas, agora como nós vamos viver e encarar esses ciclos, essa é a nossa parte, é nossa responsabilidade. Nós podemos vive-los desleixadamente, e não prestar a devida atenção a esses ciclos, tentando passar por cima deles, e sofrer as consequências por isso, coisas que poderiam ser evitadas, dores que poderiam ser evitadas, sofrimentos que poderiam ser evitados, ou então prestamos atenção a esses ciclos procurar vive-los bem e assim andar segundo os propósitos eternos de Deus.
  • Que ciclo estás vivendo agora? Precisamos concluir um ciclo antes de avançar para o outro. O que esse ciclo atual exige de voce?

                                                                                                                    Por Isaac Lessa

5º METAMORFOSE

3 Ago

5º METAMORFOSE

3 Ago