Arquivo | Julho, 2010

UM MES ESPECIAL DA NOSSA JUVENTUDE

31 Jul

Anúncios

Flertando com Vampiros

13 Jul

Há algum tempo tenho observado a onda vampiresca entre adolescentes, jovens e até adultos. Achei demais esse texto do Gerson Ortega e decidi compartilhar com vocês!

PRESTE ATENÇÃO! Guarde sua mente, “ele veio para roubar matar e destruir”.

Essa maçã tão "apetitosa" te lembra algo?? PECADO.

Nomes como Edward Cullen da saga Crespúsculo, Jamie Campbell Bower, Caius da famíliaVolturi, mais um clã do filme e livro ‘Lua Nova’ e Damon Salvatore de ‘Diário dos vampiros’ tornaram-se ícones e ídolos da galera adolescente …vi hoje uma pesquisa com o nome: Qual o vampiro mais sedutor?

Não aguentei não escrever nada, faz dias que tenho pensado muito nesse tema.

Há 16 anos (1994) quando moramos na Escócia, encontrei em Edinburgh adolescentes que se diziam buscando a iniciação na magia através de livros que encontravam nas bibliotecas de escola ou públicas …e isso aconteceu antes de Harry Potter chegar.

Eu e Richard Iredale, grande amigo, pastor inglês que mora na Escócia há muitos anos, conseguimos ter uma conversa com esses adolescentes em um café-bar cristão que existia na época, ligado a comunidade que dirigíamos. Em um dado momento da conversa, um dos adolescentes nos contou um fato sucedido quando estavam ‘buscando’ a iniciação: contou que estava junto a outro amigo lendo os procedimentos para alcançar ‘poder sobrenatural’ quando seu amigo começou a se transfigurar, mudar a voz e o semblante, além de um ódio momentâneo por ele nunca antes visto (eram amigos) …no detalhe falou que ‘viu’ os dentes do amigo crescerem e este começou a persegui-lo, tendo que fugir para se salvar…
Muito bem, essa poderia ser a descrição de uma história de um dos últimos best-sellers que estão por aí, vendendo muiiiiitooooo!!!!
Você pode ou não acreditar nisso, como eu também tive minhas dúvidas ao ouvi-los.
Estariam exagerando? Mentira de adolescente??? Fantasia devida a muita leitura, jogos de RPG? Pode ser…
Mas há um mover contra as novas gerações baseado em destruí-las na mente e na alma. Não é nenhuma novidade o movimento chamado ‘gótico’ onde jovens se encontram em cemitérios para rituais, evitam a luz do dia, etc,etc, procurando o ‘pós-morte’. Procurando entender a vida depois da vida.
Em um diálogo no filme Crepúsculo, a ‘Julieta’ do par romântico, diz em determinado momento para o ‘Romeu vampiro’: Quero ir junto com você para onde você for, mesmo que tenha que vender a minha alma, só me interessa estar com você não importa aonde!
Vampiros ’sexis’, vampiros ‘bonzinhos’, vampiros ‘maus’ mas bonitos, charmosos!?!?!?!
Igreja, acorda!!!! Jovens, encarem a real do mundo espiritual como a Palavra ensina; “os filhos das trevas são mais espertos que os filhos da luz”; “o próprio diabo se transfigura como anjo de luz”; isso não é moda, passatempo, é invasão espiritual nos ‘conceitos’ do adolescente e do jovem.
Não deveria ser novidade para os adolescentes cristãos a existência de demônios e seres espirituais caídos, assim como o conhecimento dos exércitos do céu que são comandados pelo Filho de Deus, que tem na Sua mão uma espada e cavalga em um cavalo branco e vem para julgar a terra, sim, para julgar a terra!
Ele se tornou Cordeiro para abrir o caminho da Vida e, vencendo a morte e ‘aquele que tinha o império da morte’ decretou libertação e vida a todos que O aceitarem.
Onde estão os filhos da Luz??? Onde estão os redimidos? Onde estão os filhos de Deus assim adotados pelo sangue, esse sim, sangue que traz vida, derramado pelo único Justo para Sempre?!?!?!
Qual é a sua identidade? Flertando com vampiros? Ou sendo íntimo do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores!?!?
Abraço .  (Gerson Ortega)

Você pode achar toda essa conversa um papo careta, papo de velho (hashasuahs), mas seja sincero consigo mesmo! Cara, não tem como ler as histórias e não se derreter, e não achar tudo lindo e lá no fundo desejar viver um relacionamento parecido, pois é aí que mora o perigo, muitos adolescentes têm buscado conhecer e até ser parte desse universo atraente e oculto, mas o que muitos não sabem, é que o romance e a beleza, fica apenas nos livros e filmes: a realidade é triste, obscura e (me desculpem a sinceridade) satânica! Me lembro quando li os primeiros livros da saga Crepúsculo, eu os li em dois dias e fiquei extremamente melancólica, saí totalmente da realidade, foi o bastante para perceber que aquele não era o caminho pelo qual eu deveria seguir. Você pode até pensar que ler estes livros não tem nada a ver, mas deixe-me dizer algo: O diabo é mais esperto que você, e o pior, ele é sutil, então, se você não vigia sua mente, ele a rouba, no primeiro deslize, na primeira brecha ele cai dentro.  CUIDADO:

Pense nisso 😉

Religiosos moderados

11 Jul

Este é um trecho do livro: Cartas do Diabo a seu Aprendiz, de C.S Lewis.
Nesse trecho Screwtape, um demônio já experiente escreve para seu sobrinho Wormwood, um novato, como conquistar a alma de um cristão (o paciente).

Acontece que há uma forma ainda melhor de explorar o desânimo; isto é, por meio dos pensamentos do próprio paciente sobre ele. O primeiro passo, como sempre, é manter o conhecimento fora da sua mente. Não o deixe suspeitar de altos e baixos. Faça o achar que se esperava que o primeiro entusiasmo da sua conversão durasse para sempre, e que sua aridez atual é uma condição igualmente permanente. Uma vez essa concepção errada bem fixada em sua mente, você poderá então proceder de várias formas. Tudo depende se o seu paciente é do tipo melancólico e desanimado, com tendências ao desespero, ou do tipo obstinado, capaz de afirmar que tudo vai bem. O primeiro tipo está se tornando raro entre os seres humanos. Caso o seu paciente pertença a essa “raça”, tudo se tornará fácil. O que você tem que fazer é mantê-lo longe do caminho de cristãos experientes (coisa fácil de se fazer hoje em dia), dirigir a atenção dele para as passagens apropriadas das Escrituras e depois fazê-lo se empenhar no projeto desesperado de recuperar seus velhos sentimentos por meio de pura força de vontade. Aí o jogo estará ganho. Se ele for do tipo mais esperançoso, nosso trabalho será de torná-lo mais complacente na atual fase baixa do seu espiríto e gradualmente ajustá-lo a essa situação, persuadindo-o de que não está tão baixo. Em uma semana ou duas. você deverá fazê-lo se perguntar se, afinal de contas, os primeiros dias do seu cristianismo não foram um tanto quanto radicais. Fale com ele a respeito da “moderação em todas as coisas”. Se você conseguir levá-lo a pensar que “a religião só é boa até certo ponto”, poderá sentir-se bastante feliz quanto a alma do seu paciente. Uma religião moderada é tão conveniente para nós quanto religião nenhuma – e mais divertida inclusive.

– de The Screwtape Letters [Cartas de um Diabo a seu Aprendiz]

Tocar.

10 Jul

como as primeiras notas tocadas, como o primeiro toque de uma mãe no filho, como aquele homem sentiu ao ser tocado. Deixe Ele te tocar, te suprir, te acolher.